segunda-feira, 29 de abril de 2013

Governo ainda vai definir medidas para anúncio em 1º de maio

 

O secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse hoje (29) que irá se reunir com a presidenta Dilma Rousseff para discutir as medidas que serão anunciadas, na próxima quarta-feira (1º), Dia do Trabalhador. Ele acrescentou que a presidenta não participará do evento, patrocinado pelas centrais sindicais, em São Paulo, em comemoração à data.

Em março, as centrais sindicais entregaram a Dilma uma série de reivindicações que estão em estudo pelo governo. Segundo Carvalho, o governo federal tem atendido os pleitos “possíveis”. Ele destacou que o Brasil tem, atualmente, uma das menores taxas de desemprego, mas que ainda há muito que avançar.

Carvalho disse ainda que conversará com a presidenta para tratar das medidas que regulamentam a emenda constitucional das empregadas domésticas. “Vou conversar [com a presidenta] para ver se tem novidade”, acrescentou o secretário-geral que participou, na manhã de hoje, de um seminário, no Senado, para debater a definição de um marco regulatório para as organizações representativas da sociedade civil.

Nenhum comentário: